Tag: ECOS URBANOS

As Nações Unidas instituiu o dia 05 de Dezembro como o Dia Internacional do Voluntário.

O voluntariado é um conjunto de acções de interesse social e comunitário, realizadas de forma desinteressada por pessoas, no âmbito de projectos, programas e outras formas de intervenção ao serviço dos indivíduos, das famílias e da comunidade, desenvolvidos sem fins lucrativos por entidades públicas ou privadas.

Neste âmbito, os Ecos Urbanos enquanto Entidade Enquadradora do Banco Local de Voluntariado de S. João da Madeira, considera fundamental, para o desenvolvimento da nossa comunidade, o trabalho que tem sido desenvolvido por todos os voluntários e organizações locais..

É através de uma participação cívica pró-activa que o voluntariado tem assumido, cada vez mais, um papel diferenciador para aqueles que o praticam e que dele beneficiam.

Iremos continuar a desenvolver o nosso trabalho para que as diversas necessidades e motivações culminem numa verdadeira mudança em que o voluntariado seja reconhecido na sua plenitude de direitos e deveres.

O que são as Cartas ao Pai Natal?

 

As Cartas ao Pai Natal têm como principal ao objetivo mobilizar a comunidade na concretização dos sonhos de Natal de muitas crianças de famílias acompanhadas pelo nosso Centro Comunitário. É um momento mágico de partilha e solidariedade.

Descrição: 

As crianças do Centro Comunitário Ecos Urbanos escreveram uma carta ao Pai Natal fazendo o seu pedido do presente que gostariam de receber.  Estas cartas serão depois divulgadas no Facebook dos Ecos Urbanos para serem apadrinhadas.

Apadrinhadas quer dizer que a(s) pessoa(s) irão satisfazer o pedido de presente de natal da criança.

Depois de serem apadrinhadas, os padrinhos/madrinhas terão que fazer chegar à associação o presente embrulhado e devidamente identificado para depois ser entregue pelo Pai Natal à criança.

As pessoas interessadas podem unir-se de forma a ser apadrinharem uma ou mais cartas.

Fases das Cartas ao Pai Natal:

  • De 2 a 16 Dezembro: Partilha das cartas no facebook;
  • Até dia 16 de Dezembro: as prendas deverão ser entregues nos Ecos Urbanos, sita na Casa das Associações – Avenida Dr. Renato Araújo, 1º piso, n.º 441 (ao lado Centro Coordenador de Transportes), entre as 09h e as 12h 30m e das 13h 30m às 19h, com nome da criança e número da carta que apadrinhou.
  • Dia 21 de Dezembro: Entrega de presentes às crianças

Como posso apadrinhar uma carta:


Para apadrinhar uma carta, deve comentar na própria imagem “EU QUERO SER PADRINHO/MADRINHA DESTA CARTA”. A escolha do padrinho/madrinha será feita pela ordem de receção nos comentários. O primeiro que o fizer será então o padrinho/madrinha dessa carta.
Após apadrinhar a carta, os Ecos Urbanos confirmarão através de mensagem privada, indicando o número da carta que deseja apadrinhar e o seu nome para que possamos bloquear a mesma no nosso sistema e esclarecer eventuais duvidas que possam existir sobre o apadrinhamento.

Estejam atentos. Dia 02 de Dezembro serão lançadas as cartas. Realize o desejo de uma criança.
cartaz-cartas-painatal-ecosurbanos2016

 

Ecos de História – Projecto ao Orçamento Participativo da CM SJM

Os Ecos Urbanos apresentaram o projecto Ecos de História ao Orçamento Participativo da Câmara Municipal de S. João da Madeira, na categoria Geral, com um orçamento de 33.500€

Apresentação do projecto:

Objectivos gerais:
  • Proporciona a percepção estéticas através da criação artística, para dar sentido à experiência individual, desenvolvendo com os jovens a sensibilidade e imaginação necessárias para compreender a arte como meio de integração do individuo na comunidade.
  • Paralelamente, pretendemos que S. João da Madeira seja um pólo de inovação e criatividade artística e que o vislumbre dessa condição esteja à disposição de qualquer transeunte, para que, também eles, se possam percepcionar enquanto ser.
Objectivos específicos:
  • Integração social pela arte de públicos económica e socialmente vulneráveis;
  • Promoção de acções de formativas e pedagógicas que difundam práticas e processos de criação artística;
  • Promoção da certificação das competências dos jovens participantes;
  • Dar a conhecer elementos da identidade local e da azulejaria nacional;
  • Criação de produtos únicos e inovadores.
  • Construção de um mural de azulejos, para fruição da comunidade.
Descrição:

Actualmente, a Cultura e a Arte adquirem uma posição central. são um meio para tecer laços sociais e criar ligações, para ajudar e mudar.

Neste sentido, toda a comunidade assume um papel relevante no processo de mudança, quer colectivo quer pessoal. Este pressuposto motiva a que a proposta de projecto se envolva na e com a comunidade, criando um verdadeiro sentimento de pertença e actividade aos envolvidos.

Os pilares do projecto são a formação contínua dos participantes e a constante produção de azulejos, de forma  que os frutos do trabalho desenvolvido sejam colhidos continuamente.

Numa primeira fase serão dadas as competências técnicas e artísticas necessárias à qualidade dos objectos produzidos. Os participantes serão convidados a criarem objectivos em azulejo únicos e com o tema da indústria sanjoanente adjacente, nomeadamente a Chapelaria, o Calçado e os Lápis.

Para que conheçam realmente a indústria local existiram visitas de conhecimento às empresas, que fazem parte do roteiro do Turismo Industrial. Ainda no que respeita à aquisição de saber, serão proporcionadas visitas para conhecimento da arte ceramista e da azulejaria, nomeadamente ao Museu Bordalo Pinheiro e à Cooperativa Árvore. Consideramos esta etapa para o desenvolvimento de competências nos participantes para abrirem “janelas”, para a empregabilidade dos envolvidos.

Numa segunda fase, está prevista a execução de azulejos, com o mesmo tema, para serem afixados num mural.

A Intervenção Social por meio da arte tem vindo a ganhar destaque e os frutos conseguidos com esta “parceria”, têm sido continuamente colhidos.

Assim, o projecto trabalhará com cerca  jovens com idades compreendidas entre os 16 e os 25 anos, em situação de risco/perigo, com diagnóstico de hiperactividade, com percursos marcados pelo abandono e insucesso escolar e proveniente de famílias económica e socialmente vulneráveis. Serão estes os participantes directos do projecto, que trabalharão com artistas de diversas áreas (azulejaria/cerâmica, graffiti e desenho…).

Pontualmente existirão oficinas abertas a toda a comunidade, o que permitirá enriquecer o projecto, nomeadamente com a partilha de conhecimentos já adquiridos por parte dos jovens participantes, em suma, iremos aliar uma arte secular, o Azulejo, dando-lhe um toque de modernidade através do graffiti, enquanto serão trabalhadas competências técnicas e artísticas, pessoais e sociais nos jovens participantes.

Pretende igualmente trabalhar na validação de competências para a certificação profissional.

 

 

Votações:

O período de votações decorre de 29 de Novembro a 21 de Dezembro

Para votarem no nosso projecto, via voto electrónico, basta estarem registados e podem fazê-lo AQUI

A votação poderá ainda ser realizada presencialmente nos seguintes locais:

  • 29/11 a 04/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 09h00 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 05/12 a 09/12 – Piscinas Municipais – 09h30 às 18h00
  • Sextas e sábados – Bares da cidade – 20h30 às 22h30
  • 10/12 e 11/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 10h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 12/12 a 16/12 – Paços da Cultura – 10h30 às 13h00 e 14h00 às 18h30
  • 17/12 e 18/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 10h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 19/12 a 21/12 – Habitar – 09h30 às 13h00 e 13h30 às 17h30

Mais informações sobre as votações pode encontrar no facebook opm  e no site opm cmsjm

Mais informações:
2ª a 6ª feira das 09h às 13h e das 14h às 17h 30m
256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt.

 

ecos-de-historia-cartaz-web

Ecos Urbanos recebem Secretário de Estado da Juventude e Desporto 

Os Ecos Urbanos vão receber o Ex.mo Sr. Secretário de Estado da Juventude e Desporto, Dr. João Paulo Rebelo, no próximo dia 18 de Novembro, pelas 11h 30m, na sua sede.

Irá igualmente visitar a nossa sala Ecos Urbanos na OLIVA CREATIVE FACTORY.

Esta visita está integrada no programa de visitas a associações juvenis de base local e tem como objectivo o reforço do movimento associativo e dar visibilidade a estar forma de pro-atividade nas nossas comunidades.

A FAJDA – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Aveiro – Arouca, a Juventude de Sanguedo e o  GDCM – Grupo de Dinamização Cultural de Mozelos de Santa Maria da Feira, o Cine Clube de Avanca – Estarreja e por último o Grupo de Jovens A Tulha – Gafanha D’Aquém (S. Salvador) – Ílhavo, recebem também a visita do Secretário de Estado

O dia culminará com um Encontro para todas as Associações Juvenis, Grupos Informais e Jovens, nas instalações do IPDJ, I.P., em Aveiro, pelas 19h.

Ecos Rock 2017 – Open Call Bandas

Se tens uma banda em que pelo menos um dos elementos tem uma ligação a S. João da Madeira e tens um repertório de originais para apresentar em Fevereiro 2017, no Ecos Rock, contacta-nos até dia 9 de Dezembro 2016.

Não percas esta oportunidade e  vem fazer parte de um evento que marca a vida cultura da cidade.

Divulga junto das tuas redes de contactos. Partilha no teu facebook, instagram, twitter ou snapchat…partilha, partilha…
 

Mais informações:

  • 2ª a 6ª feira das 10h 30m às 12h 30m e das 14h às 19h
  • Telefones: 256824532 | 969849736 |email: geral@ecosurbanos.pt 

ecosrock-cartaz-opencallbandas

Cultura Conjunta vai a Famalicão – 19 de Novembro

Os Ecos Urbanos e a Junta de Freguesia de S. João da Madeira, continuam a organizar e promover as saídas culturais, com o objectivo de aproximar os sanjoanenses à cultura estimulando assim à inclusão social.

A Cultura Conjunta vai já no próximo dia 19 de Novembro, à Casa das Artes de Famalicão, para assistir ao espectáculo Bácoro, pelo Teatro da Palmilha Dentada.

Sinopse:

Homens e porcos: uma história feita de amor e violência, triunfos e matanças, metáforas antitotalitárias e bifanas, mas também de uma curiosa descoberta científica, que revelou a existência de similitudes genéticas entre as duas espécies animais. Bácoro – a segunda coprodução do Teatro da Palmilha Dentada com o TNSJ, depois do já longínquo A Cidade dos Que Partem (2009) – brinca com algumas destas referências e acrescenta um capítulo a esta saga milenar. Começa com a candura de uma fábula infantil – a chegada de um saltimbanco a uma aldeia, na companhia de um porco amestrado –, mas depressa nos conduz para um lugar mais escuro, perigoso, claustrofóbico. Bácoro resulta de uma parceria do dramaturgo e encenador Ricardo Alves com a artista plástica e cenógrafa Sandra Neves, cujos desenhos e esculturas foram o ponto de partida desta criação que agora se estreia no Teatro Carlos Alberto. Em palco, os atores Ivo Bastos, Nuno Preto e Rui Oliveira contracenam com marionetas, dando corpo a uma espécie de alegoria suína sobre as dores e as alegrias de sermos humanos.

Duração do Espectáculo: 70m

Programa:

  • 19h 45m: Encontro em frente à Junta de Freguesia de S. João da Madeira
  • 20h: Partida para Famalicão
  • 00h: Regresso a S. João da Madeira.

As inscrições abertas até dia 17 de Novembro. (inscrições limitadas – máximo 15 pessoas)

5€, M16 (e não M12), (inclui transporte, visita e seguro).

Mais informações: Telefones: 256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt. 

cartaz-cultura-conjunta-19nov

 

Jantar Solidariedade – Chapéus há muitos… – 25 de Novembro

Vamos realizar o Jantar de Solidariedade, com o tema “Chapéus há muitos…”, no próximo dia 25 de Novembro às 20h 30m, na Torre da Oliva.

Convidamos toda a comunidade a estar presente neste momento que tem como objectivos: a  aproximação à comunidade, a divulgação do nosso trabalho e a angariação de fundos para continuarmos a concretizar a nossa missão.

Lançamos já o desafio para que tragam um chapéu para assim se juntarem a uma festa que será de…se tirar o chapéu!

O valor é de 18€/participante e de 9€ para crianças dos 4 aos 10 anos de idade.

Podem começar a confirmar a vossa presença, até dia 21 de Novembro, dirigindo-se às nossas instalações, sitas na Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441, 1º piso – 3700-244 S. João da Madeira e através dos nossos contactos: 256824532 e 969849744, e ainda pelo email: geral@ecosurbanos.pt.

 

jantarsolidariedade2016-cartaz

A formação em Linhas de Financiamento está integrada no âmbito do Plano Nacional de Formação 2016 – Associativismo Juvenil e resulta de uma parceria da associação com o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e a Federação Nacional de Associações Juvenis (FNAJ).

Promover o conhecimento e a criatividade na pesquisa de apoios e linhas de financiamento para desenvolver iniciativas inovadoras nas associações juvenis, através de candidaturas a projetos e outros recursos disponíveis, num conceito de fundraising.

Formação na vertente de educação não formal, com vista a conceber um projeto de pedido de apoio nas suas vertentes essenciais (objetivos, enquadramento, metodologia, atividades e orçamentação), conhecer os programas nacionais e internacionais de financiamento e candidaturas; executar o controlo orçamental do projeto e criar e estabelecer para a associação uma rede de trabalho e informação interassociativa, com suporte para parcerias a candidaturas a projetos.

Esta vai realizar-se nos próximos dias 08 e 09 de Outubro no horário das 9h às 13h e das 14h 30m às 18h 30m, na Sala dos Ecos Urbanos, na Oliva Creative Factory.

Este curso destina-se a dirigentes associativos dos órgãos sociais de associações RNAJ e inclui certificado, material pedagógico, alimentação e alojamento (caso seja necessário).

Data limite de inscrição: 30 de Setembro

As inscrições são pagas: 20€ associações associadas da FNAJ e 30€ não filiados.

A organização reserva-se ainda de alterar o conteúdo ou datas dando a conhecer previamente aos formandos.
FICHA DE INSCRIÇÃO
MODELO DO CURSO

Envio da ficha de inscrição para:

  • email: geral@ecosurbanos.pt
  • morada: Avenida Dr. Renato Araújo, 441, 1ºAndar, Casa das Associações – 3700 – 244 S. João da Madeira

Mais informações: 

2ª a 6ª das 09h às 13h e das 13h 30m às 17h 30m – 256824532 | 969849740

cartaz-linhasfinanciamento-2016

A Cultura Conjunta é um projecto desenvolvido pela nossa associação em parceria com a Junta de Freguesia de S. João da Madeira.

É uma actividade de para inclusão social através da cultura, com participação em espectáculos/exposições e outros eventos, convidando outras entidades locais, para um grupo máximo de cerca 50 pessoas por saída.

A primeira saída, de teste, foi a 01 de Março de 2015, e contou com a presença de 24 pessoas, a partir daí não parámos, contabilizamos  já 169 participações.

A última, ao Imaginarius, reforçou ainda mais a ideia de concretização dos nossos objectivos, e por isso decidimos apresentar os resultados deste primeiro ano, que contou já com cerca de 160 participações no total.

As próximas saídas serão a 04 de junho e a 07 de julho, e pretendemos continuar, por isso estejam todo(a)s atento(a)s.

Sabemos que estamos a promover a igualdade de oportunidades e a inclusão social, o acesso à cultura e a partilha de experiências e acima de tudo as pessoas estão a ter momentos únicos de felicidade.

Os Ecos Urbanos e a Junta de Freguesia de S. João da Madeira, continuam a promover as saídas culturais, com o objectivo de aproximar os sanjoanenses à cultura promovendo assim a inclusão social.

A Cultura Conjunta vai já no próximo dia 04 de Junho, aos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, para assistir ao Festival de Circo – Trengo.

Programa:

  • 14h: Encontro em frente à Junta de Freguesia de S. João da Madeira
  • 14h 15m: Partida
  • 19h: Regresso a S. João da Madeira

As inscrições abertas até dia 01 de Junho. (inscrições limitadas – máximo 15 pessoas)

Gratuito, maiores de 6 anos. (inclui transporte, visita e seguro).

Para mais informações: Telefones: 256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt. 

cartazweb-cultura-conjunta-junho