Tag: DIA COMEMORATIVO

ECOS URBANOS ASSINALAM O DIA MUNDIAL DAS ARTES – 15 DE ABRIL

No dia Mundial das Artes, 15 de abril, a Associação de Jovens Ecos Urbanos gostaria de se juntar a todos os que celebram a beleza e a necessidade de a procurar e, para isso, exploram o desconhecido e procuram-na em lugares diferentes. Às vezes vão mesmo a lugares que parecem distantes, como o lugar do Outro.

É através da Arte que, muitas vezes, se quebram distâncias e se encontra um mesmo lugar chamado Humanidade.

Pode-se chegar lá com o treino de um pensamento holístico, humanista, desperto e comunicante, mas é preciso sentir. Somos todos seres sensíveis e vulneráveis à floresta dos dias, e é muitas vezes na arte dos outros que sentimos a primeira centelha, a conexão com qualquer coisa maior que é a vida para além da soma dos dias com as noites. Música, imagem, texto ou gesto, criação, mas também contemplação através de todos os sentidos arriscará ter a força de agregar, transformar, amplificar…. E poderá ser daí que nasce a procura por aquilo que nos move, movimento sempre renovável que vai desde a atitude criativa na descoberta de soluções, à descoberta da nossa própria Arte.

E tudo isso é caminho, a criação de laços entre as várias sensibilidades de se ser humano, através da exercitação da capacidade de maravilhamento, através de todas as expressões possíveis: corporal, rítmica, poética, escrita, e o treinamento do olhar…

O trabalho que fazemos procura construir pontes com os outros, de todas as idades, os que poderão ter menos que a maioria, mas que, se procurarmos encurtar distâncias, encontramos muitas riquezas para partilhar.

Luz e sombra na impermanência, apenas fazemos parte duma construção que começa e acaba por dentro, mas que se expressa.  O legado dos nossos ancestrais, a cultura e o lugar da memória pode servir para dar força a esse lugar que é coletivo, o tal da Humanidade.

Em 2019, 15 de abril foi proclamado o dia Mundial da Arte por ser a data em que nasceu Leonardo da Vinci, no ano de 1452. Foi considerado génio inventor e um dos maiores pintores de sempre, dotado de múltiplos talentos é também símbolo da expressão da tolerância, fraternidade e multiculturalismo.

Fotografia: Paulo Pimenta