Tag: CENTRO COMUNITÁRIO

ECOS URBANOS LANÇAM CARTAS AO PAI NATAL 2020

Queres dar mais magia a este Natal? Realiza o desejo de uma criança do nosso Centro Comunitário, apadrinhando uma carta ao Pai Natal.  Porque a Alegria e a Esperança fazem parte do nosso trabalho!

O QUE SÃO AS CARTAS AO PAI NATAL?
As Cartas ao Pai Natal têm como principal objetivo mobilizar a comunidade na concretização dos sonhos de Natal das crianças de famílias acompanhadas pelo nosso Centro Comunitário. É um momento único para as crianças e de partilha e solidariedade para os padrinhos e madrinhas.

DESCRIÇÃO
As crianças das famílias acompanhadas pelo Centro Comunitário Ecos Urbanos são convidadas a escrever a sua carta ao Pai Natal. Este ano serão remetidas preferencialmente via email para: cartasaopainatal@ecosurbanos.pt,  e quem não conseguir poderá deixar a sua carta na nossa caixa de correio. Posteriormente estas cartas serão divulgadas na página Facebook da Associação de Jovens Ecos Urbanos, a fim de serem apadrinhadas, o quer dizer que a(s) pessoa(s) irão satisfazer o pedido de presente(s) de natal da criança.
Depois de serem apadrinhadas, os padrinhos/madrinhas, são contactos através de mensagem privada onde receberão todas as informações para o apadrinhamento.

As pessoas interessadas podem juntar-se a outras de forma a apadrinharem uma ou mais cartas. Desafiamos também os padrinhos e as madrinhas a valorizar os produtos nacionais assim como o comércio tradicional.

As prendas podem ser remetidas, preferencialmente, via correio, para Associação de Jovens Ecos Urbanos, Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441, 1º piso, 3700-244 São João da Madeira, com a identificação do remetente, bem como do número da carta apadrinhada.

Para quem não conseguir proceder ao envio das prendas, poderá entregar na associação, sita na Casa das Associações – Avenida Dr. Renato Araújo, 1º piso, n.º 441 (ao lado Centro Coordenador de Transportes), entre as 09h e as 12h 30m e das 14h às 18h, com nome da criança e número da carta que apadrinhou.

Este ano não iremos realizar a tradicional festa para a entrega dos presentes mas estamos a estudar a melhor maneira de entregar os presentes a todas as crianças de forma igualmente especial.

COMO POSSO APADRINHAR UMA CARTA?
As cartas estarão disponíveis para apadrinhamento na nossa página do Facebook. Para apadrinhar uma carta, deve comentar na própria imagem “EU QUERO SER PADRINHO/MADRINHA DESTA CARTA”.

No caso de várias pessoas quererem apadrinhar a mesma carta, a escolha do padrinho ou da madrinha será feita pela ordem de receção nos comentários.

Após apadrinhar a carta, nós confirmamos, através de mensagem privada, indicando o número da carta que deseja apadrinhar e o seu nome para que possamos bloquear a mesma no nosso sistema e esclarecer eventuais dúvidas que possam existir sobre o apadrinhamento.

FASES DAS CARTAS AO PAI NATAL
1) 12 a 20 de novembro: receção das Cartas ao Pai Natal;
2) 23 de novembro a 18 de dezembro: partilha das Cartas ao Pai Natal na página do Facebook da Associação de Jovens Ecos Urbanos para apadrinhamento;
3) até 18 de dezembro: receção das prendas dos padrinhos e madrinhas
4) a partir do dia 21 de dezembro serão entregues os presentes às crianças pela associação em modelo de acordo com as normas vigentes sem nunca esquecer a magia da época.

Estejam atento(a)s ao nosso Facebook a partir do dia 23 de novembro serão lançadas as primeiras cartas.

Realiza o desejo de uma criança do nosso Centro Comunitário, apadrinhando uma carta ao Pai Natal.
Porque a Alegria e a Esperança fazem parte do nosso trabalho!
Mais informações através dos nossos contactos:
geral@ecosurbanos.ptwww.ecosurbanos.pt  | www.facebook/ecos.urbanos
Telefones: 256824532 e 969849744

ECOS URBANOS – CAMPANHA APADRINHE ESTA IDEIA

O relançamento da Campanha de Angariação de Fundos para Apadrinhamento de Famílias Economicamente Vulneráveis, vem no seguimento de um aumento muito significativo de pedidos de apoio que chegaram ao nosso Centro Comunitário.

No período de Março a Julho de 2020, tivemos mais 73 agregados familiares em acompanhamento, num total de 187 pessoas, 54 das quais têm menos de 18 anos de idade.

Considerando o estado atual de pandemia por COVID-19 deixaram de se realizar algumas iniciativas, que contribuíam de forma decisiva para a nossa capacidade de resposta no apoio às famílias económica e socialmente vulneráveis.

Apesar do enorme esforço institucional e do reforço do apoio do poder local, sabemos que não teremos a capacidade de responder positivamente às solicitações das pessoas.

Queremos mobilizar a comunidade para que, através do nosso trabalho, possamos efetivamente desenvolver gestos verdadeiramente solidários que previnam situações de pobreza e exclusão social.

A Campanha Apadrinhe Esta Ideia, pretende garantir o acesso à alimentação (saudável e variada e como Direito Humano fundamental), à saúde (farmácia), à educação (material escolar), à habitação (despesas de água, luz e gás), à cultura (saídas culturais – seguro e bilhetes), às famílias economicamente vulneráveis, de forma regular ou pontual.

Como posso apadrinhar ?

Poderá apadrinhar uma família específica com um apoio mensal (duração semestral ou anual), através de um valor proporcional à dimensão do agregado. Pode ainda doar para o apoio geral que atribuímos sem especificar uma família em concreto.

Posso criar uma rede de apoio, entre várias pessoas, para apadrinhar uma família?

Sim, o objetivo é apelar à mobilidade da comunidade fomentando um espírito de entreajuda e solidariedade, pelo que todas as formas de associação são possíveis para se formar como padrinho/madrinha.

Vou ter acesso a informação de como o meu donativo foi aplicado?

Sim, as informações, sempre salvaguardando o anonimato da família, serão dadas. Nos apoios pontuais, a informação será dada aquando da sua aplicação.

Se a família se autonomizar, o que fazem com a contribuição do(a) padrinho/madrinha?

O padrinho/madrinha será contactado(a) e convidado(a) a apadrinhar outra família.

Passam recibo dos donativos que recebem?

Sim. Passamos recibo dos valores recebidos, para que as pessoas em nome individual e empresas possam beneficiar das respetivas deduções à coleta.

Como posso apadrinhar uma família?

Pode contactar a instituição por telefone (256824532 e 969849744), email (geral@ecosurbanos.pt), ou dirigir-se pessoalmente às nossas instalações, de segunda a sexta feira, das 9h às 13h e das 14h às 17h 30m, para receber mais informações e/ou realizar o seu apadrinhamento.

Poderá realizar o donativo através de transferência bancária: IBAN: PT50 0018 000803113619020 25, enviando comprovativo por email: geral@ecosurbanos.pt

Contribua. Faça a diferença!

IMPORTANTE: No caso de não ter interesse de atribuir ou disponibilizar nenhuma verba monetária estamos também disponíveis para receber donativos em espécie, isto é, em géneros alimentares, podendo estes ser perecíveis ou não, uma vez que temos capacidade instalada de armazenamento. Contamos consigo, Ajude-nos a Ajudar.

ECOS URBANOS – VERÃO NOS ECOS – AGOSTO

Este ano não podíamos passar sem realizar actividades de verão para as crianças e jovens, apesar da situação excepcional em que vivemos, por isso redesenhámos o nosso Campo de Férias, e reformulámos o nosso modelo de funcionamento.

O Verão nos Ecos – Agosto, funciona das 09h às 13h e das 14h às 18h, para cerca de 45 crianças e jovens, dos 6 aos 16 anos, provenientes das famílias acompanhadas ao nível do nosso Centro Comunitário Ecos Urbanos.

As actividades serão desenvolvidas quase exclusivamente no exterior, permitindo um contacto permanente com a natureza. Não é tempo de estarmos fechados dentro de uma qualquer sala, daí o mote “Diversão ao Ar Livre”

De 3 a 28 de Agosto podem acompanhar tudo o que acontece no nosso facebook.

Não podemos deixar de agradecer em primeiro lugar às famílias que confiaram em nós, à Câmara Municipal de S. João da Madeira, por todo o apoio disponibilizado, ao IPDJ, I.P., à Junta de Freguesia de S. João da Madeira, ao Agrupamento de Escolas João da Silva Correia, e ao Carlos Santos Fotografia.

ECOS URBANOS LANÇA CAMPANHA ECOS DIGITAIS 

A Associação de Jovens Ecos Urbanos apresenta a Campanha Ecos Digitais.
Para nós a educação é inclusão.  O grande objectivo é angariar computadores para os entregar às crianças e jovens, económica e socialmente vulneráveis, que são acompanhados pelo nosso Centro Comunitário e integradas nas diversas oficinas decorrentes da nossa actividade nomeadamente no âmbito do Projeto Habitus, onde estão também vários elementos de outras entidades do nosso concelho.

Um dos aspectos diferenciares deste projecto é que o material será doado aos utilizadores finais, sendo colocado um autocolante que irá identificar a doação.
A Santa Casa da Misericórdia S. João da Madeira é a entidade parceira, para dar resposta às necessidades das crianças e jovens, das respostas sociais do Centro Comunitário Porta Aberta, Trilho e Centro de Acolhimento Temporário (aqui os computadores serão preferencialmente portáteis).
Podem a qualquer momento integrar novas parcerias desde que se enquadrem nos objectivos do mesmo.
Aceitam-se doações de pessoas em nome individual, empresas ou entidades públicas. Os computadores, podem ser portáteis (preferencialmente) ou desktops, devendo estes estarem operacionais, evitando assim quaisquer custos para os utilizadores finais ou para as entidades envolvidas.  Se necessária alguma intervenção mínima nos equipamentos recorremos ao voluntariado de competências.
Quem pretender realizar a doação deve entrar em contacto com a instituição por email: geral@ecosurbanos.pt (Indicando o nome, contacto telefónico e material a ceder. Os dados serão apenas usados para o fim desta campanha), ou então por contacto telefónico para: 969849740.
Depois será combinada a melhor forma para fazer chegar o equipamento às crianças e jovens, sempre salvaguardando questões de segurança no âmbito da situação actualmente vivida.
Nas situações que não tenham acesso à internet pretende-se, mediante avaliação dos casos, angariar padrinhos/madrinhas para responder a essa necessidade. O(a) doador poderá fazer a aquisição directa e após articulação com a nossa associação fazer chegar o equipamento (exemplo: pen para ligação à internet)
Estes são também os objectivos com esta nossa campanha:
Angariar material informático funcional junto da comunidade
Doar o material informático às situações identificadas como prioritárias
Garantir o acesso à educação
Promover a inclusão e a igualdade de oportunidades
Minimizar a info exclusão e  exclusão social
Potenciar as relações de parceria com entidades da rede social
Promover o voluntariado de competências e intergeracional
Não sendo para substituir nenhuma das ações que possam ser promovidas por outras entidades é certamente A Campanha que pretende doar os equipamentos para assim garantir uma educação inclusiva promovendo a igualdade de oportunidades, prolongada no tempo.
Vamos transformar de forma positiva a vida destas crianças e jovens.
São necessários cerca de 40 computadores (preferencialmente portáteis), nesta fase de projecto e porque é para dar resposta a uma necessidade muito concreta, apoio escolar, contamos com o apoio de todo(a)s para atingir este objectivo.
Comunicaremos o ponto de situação semanalmente, nas nossas redes sociais, de forma a que também a comunidade se possa envolver e assim juntos afirmar mais uma vez que a solidariedade diminui as desigualdades.
Informações: (de segunda a sexta feira das 9h às 13h e das 14h ás 17h 30m)
Actualmente, e conforme aviso no nosso site, AQUI, estamos em teletrabalho.
Associaçao de Jovens Ecos Urbanos
Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441, 1.º piso
3700-244 S. João da Madeira
Telefone: 256824532;  969849744 e 969849740
email.: geral@ecosurbanos.pt

ECOS URBANOS E SELMA UAMUSSE  – 9 DE MARÇO – CASA DA CRIATIVIDADE

É já neste sábado que a Selma Uamusse  vai estar na Casa da Criatividade e nós vamos lá estar também com cerca de 15 jovens, nesta que é mais uma parceria com com a Câmara Municipal de S. João da Madeira.

Selma Uamusse, a voz do gospel, do soul, do jazz e até do rock nroll, aventura-se pelos sons tradicionais de Moçambique, no seu aguardado álbum de estreia. O resultado desenha-se entre as palavras e sonoridades de cada um dos temas que compõe MATI, onde partilha a sua identidade com um discurso de intervenção, luta e transformação duma sociedade que se quer menos distorcida.

Selma integra formações de diversos estilos musicais, do afrobeat aos blues. Criou em nome próprio os projetos Selma Uamusse Nu Jazz Ensemble e Tributo a Nina Simone, e cantou com Rodrigo Leão, Wraygunn, Throes+The Shine, Moullinex, Joana Barra Vaz, entre outros.

Uma força da natureza, que surpreende e emociona, fazendo do público parte integrante de um espetáculo enérgico e muito aclamado pela massa crítica nacional e internacional.

E tu já compraste o teu bilhete? Podes fazê-lo directamente AQUI. Não percas esta oportunidade.  Nós não vamos perder !

ECOS URBANOS NO BAZAR DE NATAL DA OLIVA CREATIVE FACTORY – 08 DE DEZEMBRO, DAS 10H 30M às 19H

Oliva Creative Factory está a organizar mais uma edição do Oliva Bazar, reunindo marcas de criadores portugueses nas áreas do Design de Produto, Moda, Jóias de Autor, Design de Interiores, Biocosmética, Gourmet, para que tu possas escolher prendas de Natal verdadeiramente surpreendentes!

Este evento conta, ainda, com um espaço destinado aos mais pequenos, uma área eat & drink, e o nosso bazar solidário de recolha de produtos alimentares para famílias carenciadas e um programa de animação paralelo.

Nós estaremos lá, mesmo na entrada com um sorriso, com o nosso Bazar Solidário. 

Todo(a)s os que visitem o Oliva Bazar podem contribuir com a doação de bens alimentares, produtos de higiene pessoal e habitacional ou através da aquisição de vales, que depois são convertidos em géneros, conforme imagem

Aguardamos pela vossa presença! Fará diferença na diferença que somos na vida de muitas pessoas.

 

 

ECOS URBANOS NO ENCONTRO LITERÁRIO, EM MATOSINHOS, A 09 DE DEZEMBRO

A Cultura Conjunta, projecto da Junta de Freguesia de S. João da Madeira e da Associação de Jovens Ecos Urbanos, tem como objectivo a inclusão social através do acesso à cultura.

A próxima saída é já dia 09 de Dezembro estando as inscrições abertas até dia 05 de Dezembro.

O escritor Gonçalo M. Tavares é um dos convidados do Encontro Literário “Entre Casas” que vai decorrer na Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, no próximo domingo, dia 9 de dezembro, a partir das 18h00.

Acompanham o poeta e romancista português os brasileiros Agnaldo Farias, professor de Arquitetura da Universidade de São Paulo e o poeta Eucanaã Ferraz, professor de Literatura Brasileira na Universidade Federal do Rio de Janeiro  e consultor de literatura do Instituto Moreira Salles.

O encontro literário, que vai explorar as pontes entre a literatura e a arquitetura, está integrado no Programa Paralelo da Exposição “Infinito Vão – 90 Anos de Arquitetura Brasileira” patente na Casa da Arquitectura até 28 de abril de 2019.

Programa:

  • Saída de S. João da Madeira, às 14h 15m, em frente à Câmara Municipal de S. João da Madeira
  • Chegada prevista a SJM às 19h 30m

Inscrição: 3€* (Inclui bilhete, transporte e seguro)
Maiores de 16 anos

Mais informações contacte: 
Telefone: 256 824 532 | Telemóvel: 969 849 744 (segunda a sexta das 14h às 19h) | email: geral@ecosurbanos.pt

CULTURA CONJUNTA VAI À CASA DA MÚSICA – 18 DE FEVEREIRO

Os Ecos Urbanos e a Junta de Freguesia de S. João da Madeira, apresentam mais uma saída do Projecto Cultura Conjunta, que consiste na organização das saídas culturais, com o objectivo de aproximar os sanjoanenses à cultura estimulando assim à inclusão social.

Cultura Conjunta vai realizar a sua próxima saída no dia 18 de Fevereiro, à Casa da Música , para assistir à apresentação, por parte da Banda Sinfónica Portuguesa, de uma viagem por bandas sonoras de alguns filmes míticos da história cinema.

“…. África Minha é um clássico do cinema que nos fez apaixonar irremediavelmente por África e por toda a sua natureza selvagem. “…, a música de John Williams para Guerra das Estrelas terá sido escrita sem que o compositor tivesse sequer visto a saga.

Num programa centrado em arranjos e composições de Johan de Meij, Via Claudia leva-nos em viagem pelos Alpes, começando numa noite de nevoeiro perto de Veneza até ao vislumbre do Sol no cume da montanha.

Este concerto dedicado ao cinema encerra com uma homenagem ao lendário Federico Fellini, captando a atmosfera surrealista e sonhadora dos filmes do realizador italiano.”

Inscrições abertas e limitadas, máximo de 15 pessoas, até dia 14 de Fevereiro, para maiores de 16 anos.
7,00€: 
inclui transporte, visita e seguro.

Mais informações:
2ª a 6ª feira das 09h às 13h e das 14h às 19h
telefones: 
256824532 | 969849736| geral@ecosurbanos.pt. 

cartaz-conjunta-fevereiro2018