Ecos de História – Projecto ao Orçamento Participativo da CM SJM

Ecos de História – Projecto ao Orçamento Participativo da CM SJM

Os Ecos Urbanos apresentaram o projecto Ecos de História ao Orçamento Participativo da Câmara Municipal de S. João da Madeira, na categoria Geral, com um orçamento de 33.500€

Apresentação do projecto:

Objectivos gerais:
  • Proporciona a percepção estéticas através da criação artística, para dar sentido à experiência individual, desenvolvendo com os jovens a sensibilidade e imaginação necessárias para compreender a arte como meio de integração do individuo na comunidade.
  • Paralelamente, pretendemos que S. João da Madeira seja um pólo de inovação e criatividade artística e que o vislumbre dessa condição esteja à disposição de qualquer transeunte, para que, também eles, se possam percepcionar enquanto ser.
Objectivos específicos:
  • Integração social pela arte de públicos económica e socialmente vulneráveis;
  • Promoção de acções de formativas e pedagógicas que difundam práticas e processos de criação artística;
  • Promoção da certificação das competências dos jovens participantes;
  • Dar a conhecer elementos da identidade local e da azulejaria nacional;
  • Criação de produtos únicos e inovadores.
  • Construção de um mural de azulejos, para fruição da comunidade.
Descrição:

Actualmente, a Cultura e a Arte adquirem uma posição central. são um meio para tecer laços sociais e criar ligações, para ajudar e mudar.

Neste sentido, toda a comunidade assume um papel relevante no processo de mudança, quer colectivo quer pessoal. Este pressuposto motiva a que a proposta de projecto se envolva na e com a comunidade, criando um verdadeiro sentimento de pertença e actividade aos envolvidos.

Os pilares do projecto são a formação contínua dos participantes e a constante produção de azulejos, de forma  que os frutos do trabalho desenvolvido sejam colhidos continuamente.

Numa primeira fase serão dadas as competências técnicas e artísticas necessárias à qualidade dos objectos produzidos. Os participantes serão convidados a criarem objectivos em azulejo únicos e com o tema da indústria sanjoanente adjacente, nomeadamente a Chapelaria, o Calçado e os Lápis.

Para que conheçam realmente a indústria local existiram visitas de conhecimento às empresas, que fazem parte do roteiro do Turismo Industrial. Ainda no que respeita à aquisição de saber, serão proporcionadas visitas para conhecimento da arte ceramista e da azulejaria, nomeadamente ao Museu Bordalo Pinheiro e à Cooperativa Árvore. Consideramos esta etapa para o desenvolvimento de competências nos participantes para abrirem “janelas”, para a empregabilidade dos envolvidos.

Numa segunda fase, está prevista a execução de azulejos, com o mesmo tema, para serem afixados num mural.

A Intervenção Social por meio da arte tem vindo a ganhar destaque e os frutos conseguidos com esta “parceria”, têm sido continuamente colhidos.

Assim, o projecto trabalhará com cerca  jovens com idades compreendidas entre os 16 e os 25 anos, em situação de risco/perigo, com diagnóstico de hiperactividade, com percursos marcados pelo abandono e insucesso escolar e proveniente de famílias económica e socialmente vulneráveis. Serão estes os participantes directos do projecto, que trabalharão com artistas de diversas áreas (azulejaria/cerâmica, graffiti e desenho…).

Pontualmente existirão oficinas abertas a toda a comunidade, o que permitirá enriquecer o projecto, nomeadamente com a partilha de conhecimentos já adquiridos por parte dos jovens participantes, em suma, iremos aliar uma arte secular, o Azulejo, dando-lhe um toque de modernidade através do graffiti, enquanto serão trabalhadas competências técnicas e artísticas, pessoais e sociais nos jovens participantes.

Pretende igualmente trabalhar na validação de competências para a certificação profissional.

 

 

Votações:

O período de votações decorre de 29 de Novembro a 21 de Dezembro

Para votarem no nosso projecto, via voto electrónico, basta estarem registados e podem fazê-lo AQUI

A votação poderá ainda ser realizada presencialmente nos seguintes locais:

  • 29/11 a 04/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 09h00 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 05/12 a 09/12 – Piscinas Municipais – 09h30 às 18h00
  • Sextas e sábados – Bares da cidade – 20h30 às 22h30
  • 10/12 e 11/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 10h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 12/12 a 16/12 – Paços da Cultura – 10h30 às 13h00 e 14h00 às 18h30
  • 17/12 e 18/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 10h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 19/12 a 21/12 – Habitar – 09h30 às 13h00 e 13h30 às 17h30

Mais informações sobre as votações pode encontrar no facebook opm  e no site opm cmsjm

Mais informações:
2ª a 6ª feira das 09h às 13h e das 14h às 17h 30m
256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt.

 

ecos-de-historia-cartaz-web

Partilha: