Category: PROJECTOS

Ecos Urbanos lançam mais uma edição das CARTAS AO PAI NATAL

O que são as Cartas ao Pai Natal?

As Cartas ao Pai Natal têm como principal objetivo mobilizar a comunidade na concretização dos sonhos de Natal de muitas crianças de famílias acompanhadas pelo nosso Centro Comunitário.

É um momento mágico de partilha e solidariedade.

Descrição: 

As crianças do Centro Comunitário Ecos Urbanos escrevem uma carta ao Pai Natal com o pedido do(s) presente(s) que gostariam de receber.  Estas cartas serão depois divulgadas no Facebook dos Ecos Urbanos para serem apadrinhadas.

Apadrinhadas quer dizer que a(s) pessoa(s) irão satisfazer o pedido de presente(s) de natal da criança.

Depois de serem apadrinhadas, os padrinhos/madrinhas terão que fazer chegar à associação o presente embrulhado e devidamente identificado para depois ser entregue pelo Pai Natal à criança.

As pessoas interessadas podem associar-se de forma a apadrinharem uma ou mais cartas.

Fases das Cartas ao Pai Natal:

  • De 4 a 18 Dezembro:
    • Partilha das cartas via Facebook;
  • Até dia 18 de Dezembro:
    • As prendas deverão ser entregues nos Ecos Urbanos, sita na Casa das Associações – Avenida Dr. Renato Araújo, 1º piso, n.º 441 (ao lado Centro Coordenador de Transportes), entre as 09h e as 12h 30m e das 13h 30m às 19h, com nome da criança e número da carta que apadrinhou.
  • Dia 20 de Dezembro:
    • Entrega de presentes às crianças

Como posso apadrinhar uma carta?
Para apadrinhar uma carta, deve comentar na própria imagem “EU QUERO SER PADRINHO/MADRINHA DESTA CARTA”.

A escolha do padrinho/madrinha será feita pela ordem de receção nos comentários. O primeiro que o fizer será então o padrinho/madrinha dessa carta.
Após apadrinhar a carta, nós confirmamos, através de mensagem privada, indicando o número da carta que deseja apadrinhar e o seu nome para que possamos bloquear a mesma no nosso sistema e esclarecer eventuais dúvidas que possam existir sobre o apadrinhamento.

Estejam atentos ao nosso Facebook. Dia 04 de Dezembro serão lançadas as cartas.

Realize o desejo de uma criança.

cartas ao pai natal cartaz

Ecos Urbanos apresenta… BICHOS DO MATO

Concertos ou outras propostas culturais, para todos, na casa de alguém!

A Associação de Jovens Ecos Urbanos tem a honra de apresentar  mais um programa cultural para a cidade de S. da Madeira.

Desta vez o conforto e a intimidade do lar serão os pontos em comum para um ciclo mensal de momentos culturais propostos para serem acolhidos na casa de sanjoanenses.

As propostas são multidisciplinares, e serão conjugadas de acordo com a capacidade do espaço hospitaleiro.

De forma simples….

O que é? | Momentos culturais em casa de pessoas que se disponibilizarão para receber pessoas conhecidas e desconhecidas para assistirem a uma proposta cultural que a Associação de Jovens Ecos Urbanos irá propor.

Quando? | Uma vez por mês

Para quem? | Para anfitriões (ãs) (quem quer receber um momento cultural, dentro de sua casa…) e para quem quer usufruir de um momento cultural em condições aconchegantes…

Porquê? | Porque julgamos que esta é uma forma de fruição cultural que poderá ser capaz de criar laços e porque partilhar bons momentos é o melhor que a vida tem.

Como? | Se quiser receber um concerto em sua casa, deverá inscrever-se como anfitrião (ã), e a equipa dos Ecos Urbanos fará um visita para se acertar detalhes, agendar uma data e propor um momento cultural. Se quiser assistir, assim que for divulgado o concerto deverá inscrever-se junto dos Ecos Urbanos.

Um dia antes do concerto, receberá uma mensagem com a morada e outras informações necessárias.

Consulte os regulamentos participante e anfitrião(ã) disponível que pode descarregar nos links abaixo identificados.

Quem promove? | A Associação de Jovens Ecos Urbanos

Regulamento Participante

Regulamento Anfitrião

Apresentação

ProgramaçãoSetembro a Dezembro

bdm-16

Exposição de Fotografia

90 ANOS DE JUVENTUDE

no Concelho de S. João da Madeira

 

Todo(a)s nós já fomos jovens, em épocas diferentes numa cidade em mutação.

Esta exposição pretende mostrar a forma como a juventude tem sido vivida ao longo da evolução da própria cidade.

Lançamos aqui um apelo aos/às sanjoanenses: enviem-nos fotografias e uma pequena descrição de quando eram jovens na cidade de S. João da Madeira (período 1927-2017).

A exposição será inaugurada em Setembro, na Semana da Juventude de 2017, evento co-organizado pela Associação de Jovens Ecos Urbanos e Câmara Municipal de S. João da Madeira.

Para mais informações por favor contacte-nos através dos seguintes números: 256824532 e 969849744 e ainda por email: geral@ecosurbanos.pt .

Homem Partido – 11 de Junho – Casa da Criatividade 

“Não fales com estranhos”, repetimos tantas vezes às crianças na intenção de as proteger.  Todos começamos por ser estranhos. Tudo nos começa por nos ser estranho. Pais a bordo: não se preocupem. Não quebramos dramaticamente esta regra, sugerimos apenas “Olhem para estranhos”. Olhar de ver com curiosidade e de lhes descobrir os traços…

O desafio, lançado ao grupo Oficina de Artistas, orientado pela Mariana Amorim e Mafalda Tavares, foi que construíssem uma peça. Nasceu o “O Homem Partido”, com argumento inteiramente original do grupo, e parte do desafio para que observassem as pessoas com quem se cruzam diariamente nesta cidade que é palco do nosso dia-a-dia – São João da Madeira – e que resgatassem e aumentassem a história de alguma delas no palco da nossa imaginação – os nossos ensaios – para, no fim, a devolverem à cidade no palco dos sonhos de todos os sanjoanenses: a Casa da Criatividade.

Assim, partimos o homem.  Partimos o homem em vários retratos que nunca o esclarecerão por inteiro e, no espectáculo a apresentar, desafiamos o público a descobrir o caminho que vai da estranheza à curiosidade pelo mundo do outro; da mera curiosidade até à inevitabilidade de partilhar e cruzar com quem nos rodeia.

Desconfiamos que ao olhar para estranhos, a olhar para formas de ser que nos parecem bizarras, improváveis – às vezes até aparentemente menores – afinal ousamos tornar-nos maiores. Maiores porque não indiferentes. Maiores porque é por entre o colorido de vários seres humanos que nos descobrimos a nós. O que temos para dar a quem nos rodeia? O que nos pode dar quem está à nossa volta todos os dias e que por vezes ignoramos? No meio de muitas aventuras, descobrimos que, o essencial, já diz a canção, é que “muito mais é o que nos une que aquilo que nos separa”.

 

Preço único: 2,5€

Compra de Bilhetes: Casa da Criatividade.

Ficha Técnica:

Título: O Homem Partido
Duração: 90 minutos
Género: Drama Cómico
Classificação Etária: + 3 anos
Direção Artística e Encenação: Mariana Amorim e Mafalda Tavares
Intérpretes: Ana Amorim, Carolina Loureiro, Carolina Santos, Diogo Afonso Gomes, Eduardo Almeida, Ema Torcato, Francisca Monteiro, Gabriela Mateus Silva, Gustavo Carvalho, Joana Araújo, Joana Henriques Silva, Leandro Rodrigues, Mafalda Bastos, Mariana Fonseca, Maria Silva, Matilde Azevedo, Matilde Neto, Pedro Ribeiro, Santiago Mateus, Sara Carvalho e Sofia Silva
Direção de Cenografia: Maria João Leite e Pedro Vieira
Argumento: Criação coletiva e original de todos os intérpretes
Adaptação do Argumento: Mariana Amorim
Direção de Coreografia: Mafalda Tavares
Direção de Figurinos: Mafalda Tavares

Mais informações: 2ª a 6ª feira, das 09h 30m às 13h e das 14h às 17h 30m

Telefones: 256824532, 969849740 e 916525491

homem-partido-cartaz-A3

 

Toastmasters International

“A Toastmasters International é líder mundial na arte de comunicar (falar, ouvir e pensar) e na formação de líderes. A partir da Sede Mundial em Rancho Santa Margarita, Califórnia, E.U.A. a Toastmasters International serve mais de 345,000 membros em 142 países. Existem mais de 15,900 clubes Toastmasters no mundo.

A Toastmasters International é uma organização sem fins lucrativos, vocacionada para os seus membros, fundada por Dr. Ralph C. Smedley (1878-1965).

A missão de um clube Toastmasters é: “Criar um ambiente de aprendizagem positivo e de suporte mútuo, onde cada membro tenha a oportunidade de desenvolver as suas capacidades de comunicação e de liderança, que por sua vez permitem o aumento da auto-confiança e o crescimento pessoal.”

Clube DCL – Entre o Douro e Vouga

DCL é o nome escolhido para o novo clube que se está a formar no Entre o Douro e Vouga, tendo como pilares da sua ação o  Desenvolvimento, a Comunicação e a Liderança dos seus membros.

Após vários encontros e reuniões com algumas entidades Sanjoanenses, foi formalizado o clube em Dezembro de 2016, com o apoio da Associação de Jovens Ecos Urbanos e a Junta de Freguesia de São João da Madeira, com início em Janeiro de 2017.

O Clube DCL gostaria desde já de expressar os seus agradecimentos às entidades supra mencionadas pela disponibilidade e apoio.

Convidamos a que todos compareçam nas nossas sessões e assim conheçam melhor este projeto.

Deixamos abaixo a nossa agenda! Marca o evento na tua agenda.

Dia: Quinta- feira – a cada 2 semanas

Hora: 20h 15m

Local:

Associação de Jovens Ecos Urbanos

Casa das Associações em São João da Madeira

Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441,  1º andar – 3700-244 S. João da Madeira

( junto à entrada do Centro Coordenador de Transportes)

Início:

26 de Janeiro de 2017

Para conhecer melhor o conceito Toastmasters convidamo-lo a visitar o website toastmasters.org

Junte-se a nós!

Logótipo

Ecos de História – Projecto ao Orçamento Participativo da CM SJM

Os Ecos Urbanos apresentaram o projecto Ecos de História ao Orçamento Participativo da Câmara Municipal de S. João da Madeira, na categoria Geral, com um orçamento de 33.500€

Apresentação do projecto:

Objectivos gerais:
  • Proporciona a percepção estéticas através da criação artística, para dar sentido à experiência individual, desenvolvendo com os jovens a sensibilidade e imaginação necessárias para compreender a arte como meio de integração do individuo na comunidade.
  • Paralelamente, pretendemos que S. João da Madeira seja um pólo de inovação e criatividade artística e que o vislumbre dessa condição esteja à disposição de qualquer transeunte, para que, também eles, se possam percepcionar enquanto ser.
Objectivos específicos:
  • Integração social pela arte de públicos económica e socialmente vulneráveis;
  • Promoção de acções de formativas e pedagógicas que difundam práticas e processos de criação artística;
  • Promoção da certificação das competências dos jovens participantes;
  • Dar a conhecer elementos da identidade local e da azulejaria nacional;
  • Criação de produtos únicos e inovadores.
  • Construção de um mural de azulejos, para fruição da comunidade.
Descrição:

Actualmente, a Cultura e a Arte adquirem uma posição central. são um meio para tecer laços sociais e criar ligações, para ajudar e mudar.

Neste sentido, toda a comunidade assume um papel relevante no processo de mudança, quer colectivo quer pessoal. Este pressuposto motiva a que a proposta de projecto se envolva na e com a comunidade, criando um verdadeiro sentimento de pertença e actividade aos envolvidos.

Os pilares do projecto são a formação contínua dos participantes e a constante produção de azulejos, de forma  que os frutos do trabalho desenvolvido sejam colhidos continuamente.

Numa primeira fase serão dadas as competências técnicas e artísticas necessárias à qualidade dos objectos produzidos. Os participantes serão convidados a criarem objectivos em azulejo únicos e com o tema da indústria sanjoanente adjacente, nomeadamente a Chapelaria, o Calçado e os Lápis.

Para que conheçam realmente a indústria local existiram visitas de conhecimento às empresas, que fazem parte do roteiro do Turismo Industrial. Ainda no que respeita à aquisição de saber, serão proporcionadas visitas para conhecimento da arte ceramista e da azulejaria, nomeadamente ao Museu Bordalo Pinheiro e à Cooperativa Árvore. Consideramos esta etapa para o desenvolvimento de competências nos participantes para abrirem “janelas”, para a empregabilidade dos envolvidos.

Numa segunda fase, está prevista a execução de azulejos, com o mesmo tema, para serem afixados num mural.

A Intervenção Social por meio da arte tem vindo a ganhar destaque e os frutos conseguidos com esta “parceria”, têm sido continuamente colhidos.

Assim, o projecto trabalhará com cerca  jovens com idades compreendidas entre os 16 e os 25 anos, em situação de risco/perigo, com diagnóstico de hiperactividade, com percursos marcados pelo abandono e insucesso escolar e proveniente de famílias económica e socialmente vulneráveis. Serão estes os participantes directos do projecto, que trabalharão com artistas de diversas áreas (azulejaria/cerâmica, graffiti e desenho…).

Pontualmente existirão oficinas abertas a toda a comunidade, o que permitirá enriquecer o projecto, nomeadamente com a partilha de conhecimentos já adquiridos por parte dos jovens participantes, em suma, iremos aliar uma arte secular, o Azulejo, dando-lhe um toque de modernidade através do graffiti, enquanto serão trabalhadas competências técnicas e artísticas, pessoais e sociais nos jovens participantes.

Pretende igualmente trabalhar na validação de competências para a certificação profissional.

 

 

Votações:

O período de votações decorre de 29 de Novembro a 21 de Dezembro

Para votarem no nosso projecto, via voto electrónico, basta estarem registados e podem fazê-lo AQUI

A votação poderá ainda ser realizada presencialmente nos seguintes locais:

  • 29/11 a 04/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 09h00 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 05/12 a 09/12 – Piscinas Municipais – 09h30 às 18h00
  • Sextas e sábados – Bares da cidade – 20h30 às 22h30
  • 10/12 e 11/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 10h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 12/12 a 16/12 – Paços da Cultura – 10h30 às 13h00 e 14h00 às 18h30
  • 17/12 e 18/12 – Turismo Industrial (Torre da Oliva) – 10h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00
  • 19/12 a 21/12 – Habitar – 09h30 às 13h00 e 13h30 às 17h30

Mais informações sobre as votações pode encontrar no facebook opm  e no site opm cmsjm

Mais informações:
2ª a 6ª feira das 09h às 13h e das 14h às 17h 30m
256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt.

 

ecos-de-historia-cartaz-web

Concerto – Projecto Altamente – Casa da Criatividade – 30 de Setembro – 21h 30m

Vai-se realizar no próximo dia 30 de Setembro um concerto, com o Projecto Altamente, na Casa da Criatividade, cujas receitas revertem a favor da nossa organização e favor da Serve The City.
Marca já na tua agenda o evento.

Sinopse:

Neste sermão está tudo em contramão!
“Vejo que tudo valeu a pena quando,pela força das canções e de amigos em torno delas, se torna possível alimentar pessoas famintas. Especialmente as que nem pão têm” (Tota).

(ALTA)MENTE é uma comunidade emergente, composta por uma nova geração de pessoas cristãs, artistas e não só que, através da música e de outras artes, procuram fazer a diferença de forma relevante no meio sociocultural onde se inserem. As palavras de Jesus presentes no Sermão do Monte foram o mote para as canções, e as canções para um disco que, juntamente com uma série de concertos, revertem integralmente para apoiar o Serve the City – associação sem fins lucrativos – que apoia pessoas socialmente fragilizadas.

Preços:

  • Cadeiras de Orquestra: e Plateia: 7,50€
  • 1.ª  e 2.ª Varanda – 5,00€
  • Crianças menores de 3 anos não pagam bilhetes.

Podem já comprar os bilhetes  aqui ou então fazer a pré reserva pelo email:  reservas.altamente@gmail.com 

Mais informações:

Ecos Urbanos: 256824532 e 969849744 | geral@ecosurbanos.pt | Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441, 1º piso – 3700-244 S. João da Madeira

Casa da Criatividade : 256 827 783  | 91 439 14 99 | casadacriatividade@cm-sjm.pt

cartaz-web-altamente-30-08-cc

Semana da Juventude 2016 – Apresentação do cartaz 

A Semana da Juventude de 2016, organizada pela nossa associação e pela Câmara Municipal de S. João da Madeira apresenta o cartaz para e presente edição

Vai acompanhando tudo na página oficial do facebook.

Destacamos todos os momentos pois serão momentos únicos.

Programa:

22/09 (quinta)

23/09 (sexta)

24/09 (Sábado)

  • 18hProjecto Cacos – Largo do Souto
  • 20h às 00hA Tónica vai com Todos – Praça Luís Ribeiro
  • 20h às 00h – Espaço Infantil – Praça Luís Ribeiro
  • 20h 30m às 21h 30mConcertina e Violoncelo – percurso itinerante
  • 22h – Concerto Pedro Abrunhosa – Casa da Criatividade – entrada paga
  • 22h às 23h – A Condessa – Espaço T – Praça Luís Ribeiro
  • 23h às 00h 30m –  Concerto Os Ursos – Praça Luís Ribeiro
  • 00h 30m – DJ Set

cartaz-final

Semana da Juventude 2016 apresenta Pintar Pássaros à Força
Produção Ecos Urbanos em estreia absoluta no dia 23 de Setembro às 22h, na Rua Padre Oliveira (terreno ao lado do Estrela Guia), para todas as idades.

Sinopse:

“I AM A PUBLIC EYE”© SAMO

FAZER. ESCONDER. PINTAR. RISCAR. CAMUFLAR. FUGIR. CORRER. CORRER. CORRER. SUJAR. SUSPENDER. RESPIRAR. DESENHAR. RABISCAR. OCULTAR. OCULTAR…… POPULAR.

  1.  ANÓNIMO/COLECTIVO
  2.  GIGANTE E DISCRETO. PERENE E IMEDIATO
  3. DEMOCRÁTICO OU CLANDESTINO

PÚBLICO. PÚBLICO.PÚBLICO.

Enquadramento:

Pintar Pássaros à Força é um espectáculo que procura congregar diferentes formas de mediação artística, como a pintura, a dança e a performance, para celebrar o graffiti e a intervenção artística na rua. Interessa interpretar a plasticidade visual e corporal, evidentes na produção do graffiti, determinadas pela coincidência, atípica para a criação artística, entre atelier, tela e o museu. Um modo de fazer artístico definido pela contradição de ser simultaneamente realizado no espaço exterior e público, mas de forma clandestina e anónima.

Embora seja permeável aos seus antecedentes históricos, a peça procura enfatizar o graffiti desenvolvido sobre as cidades pós-industriais, disseminado entre jovens de sucessivas gerações desde as últimas décadas do século XX. Uma forma de expressão popular que se enraíza no colectivo, procurando o espaço público e o relato do social, mas que encontra no individual formas muito particulares de o fazer. Jean Michel Basquiat é referência, e é matéria-prima inesgotável para a peça, tanto do ponto de vista formal, como conceptual. Propõe a exploração da pintura, da poesia, da música, da performance, da crítica histórica e política, de uma forma transversal e democrática.

Também por isso Pintar Pássaros à Força o admira. Sendo proposto pelos Ecos Urbanos ao Projecto Inacabado de Helena Oliveira foi esboçado e orientado com a pareceria de Tânia Cortez mas, cresce nutrindo-se do colectivo. Amplia o mais que pode a participação no processo artístico, envolve activamente bailarinos, músicos, técnicos, artistas plásticos e pessoas de profissões diversas, todos em coordenadas muito diferentes, e sintetiza os seus contributos individuais criativamente. Uma acção colaborativa e participativa para a arte que é cúmplice do graffiti, quando defende a acessibilidade da prática e da recepção artística.

Produção Ecos Urbanos

Um projecto que dança a imagem e coreografa o traço, numa paisagem/tela que vai sendo construída ao longo do espectáculo. Uma dança cujo final é uma obra plástica, uma ilustração do movimento.

Pretendendo envolver jovens artistas e jovens não artistas, numa exploração da dança e do movimento, queremos construir um espectáculo que desconstrua preconceitos e que envolva verdadeiramente a comunidade numa criação Sanjoanense.

Queremos construir um espectáculo capaz de itinerância.

Ficha Técnica:

Fruta Social – Vencedora do Orçamento Participativo 2016 da Junta de Freguesia de S. João da Madeira

No passado dia 09 de Setembro, pelas 19h, foi apresentado o resultado do Orçamento Participativo da Junta de Freguesia de S. João da Madeira.

O nosso projecto Fruta Social foi o vencedor e a verba será incluída no orçamento e plano de actividades daquele órgão para o ano de 2017.

Acreditamos que este é um enorme desafio e que irá, verdadeiramente, promover a igualdade de oportunidades no acesso a uma melhor alimentação por parte de famílias social e economicamente vulneráveis e que assim estaremos a lutar contra o desperdício alimentar.

A criatividade, o empreendedorismo e a inclusão social fazem parte dos nossos objectivos e aí contamos com o voluntariado bem como com os produtores que não têm capacidade de consumir a sua produção.

Agradecemos a todas as pessoas que se associaram a nós e que, num espírito de entre-ajuda, nos “emprestaram” a sua imagem para que  fosse possível chegar a um público mais alargado e diferenciado.

O nosso obrigado à Junta de Freguesia, por ter empreendido mais uma vez o Orçamento Participativo, e a todas as pessoas que votaram em nós.

slide-fruta-social-2016