Category: CENTRO COMUNITÁRIO ECOS URBANOS

Cultura Conjunta vai ao Imaginarius – 26 de Maio

Os Ecos Urbanos e a Junta de Freguesia de S. João da Madeira, continuam na organização das saídas culturais, com o objectivo de aproximar os sanjoanenses à cultura estimulando assim à inclusão social.

A Cultura Conjunta vai realizar a sua próxima saída no dia 26 de Maio, ao Imaginarius.

O Imaginarius integra atualmente a rota europeia das Artes de Rua, seja pela sua presença na Circostrada Network, seja por um conjunto de parcerias com outros festivais e projetos de criação, que contribuem para a afirmação de Santa Maria da Feira como capital portuguesa das Artes de Rua.

Inscrições abertas e limitadas, máximo de 15 pessoas, até dia 23 de Maio.
2,00€: 
inclui transporte, visita e seguro.

Mais informações:
2ª a 6ª feira das 09h às 13h e das 14h às 19h
telefones: 
256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt. 

cartaz-conjunta-maio

Campanha Apadrinhe Esta Ideia

Relançamento da Campanha de Angariação de Fundos para Apadrinhamento de Famílias Economicamente Vulneráveis, para garantir o acesso a a alimentação, saúde (farmácia), educação (material escolar), habitação (despesas de água, luz e gás), cultura (saídas culturais – seguro e bilhetes), a famílias economicamente vulneráveis, de forma regular ou pontual.

Como posso apadrinhar ?

Poderá apadrinhar uma família específica com um apoio mensal (duração semestral ou anual), através de um valor proporcional à dimensão do agregado.

Posso criar uma rede de apoio, entre várias pessoas, para apadrinhar uma família?

Sim, o objetivo é apelar à mobilidade da comunidade fomentando um espírito de entreajuda, pelo que todas as formas de associação são possíveis para se formar como padrinho/madrinha.

Vou ter acesso a informação de como o meu donativo foi aplicado?

Sim, as informações, sempre salvaguardando o anonimato da família, serão dadas trimestralmente. Nos apoios pontuais, a informação será dada aquando da sua aplicação.

Se a família se autonomizar o que fazem com a contribuição do(a) padrinho/madrinha?

O padrinho/madrinha será contactado(a) e convidado(a) a apadrinhar outra família.

Passam recibo dos donativos que recebem?

Sim. Passamos recibo dos valores recebidos e as pessoas em nome individual e empresas podem beneficiar das respetivas deduções à coleta.

Como posso apadrinhar uma família?

Pode contactar a instituição por telefone, email ou dirigir-se pessoalmente às nossas instalações, de segunda a sexta feira, das 9h às 13h e das 14h às 17h 30m, para receber mais informações e/ou realizar o seu apadrinhamento.

Poderá realizar o donativo através de transferência bancária: IBAN: PT50 0018 000803113619020 25

Contribua. Faça a diferença!

cartaz-apadrinhe-esta-ideia

Cultura Conjunta vai a Salreu – 25 de Fevereiro

Os Ecos Urbanos e a Junta de Freguesia de S. João da Madeira, continuam a organizar e promover as saídas culturais, com o objectivo de aproximar os sanjoanenses à cultura estimulando assim à inclusão social.

A Cultura Conjunta vai realizar a sua próxima saída no dia 25 de Fevereiro, à BIORIA, com um percurso pedestre na natureza.

Percurso de Salreu

Descrição:

O percurso de Salreu é de natureza circular, tendo o seu início e término junto ao Centro de Interpretação Ambiental do Bioria. É um percurso de 8 km, que atravessa áreas de enorme beleza paisagística, como campos de arroz, sapais, juncais e caniçais.

A presença do Rio Antuã e do Esteiro de Salreu, ligados por uma rede de valas, permite a comunicação entre todos os habitats, justificando os elevados índices de biodiversidade existentes.

Programa:

  • 09h 20m: Encontro em frente à Junta de Freguesia de S. João da Madeira
  • 09h 30m: Partida para Salreu
  • 12h 30m: Regresso a S. João da Madeira.

Inscrições abertas e limitadas, máximo de 15 pessoas, até dia 22 de Fevereiro
2,5€: 
inclui transporte, visita e seguro.

(utilização de um veículo elétrico no caso de pessoas com mobilidade reduzida)

Mais informações:
2ª a 6ª feira das 09h às 13h e das 14h às 19h
telefones: 
256824532 | 969849744| geral@ecosurbanos.pt. 

cartaz-cultura-conjunta-25fev

Bazar Solidário de Natal – Oliva Creative Factory – 10 de Dezembro, das 10h 30m às 19h

Oliva Creative Factory está a organizar mais uma edição do Oliva Bazar, reunindo marcas de criadores portugueses nas áreas do Design de Produto, Moda, Jóias de Autor, Design de Interiores, Biocosmética, Gourmet, para que tu possas escolher prendas de Natal verdadeiramente surpreendentes!

Nós estaremos lá, mesmo na entrada e com um sorriso, com o nosso Bazar Solidário. 

Todo(a)s os que visitem o Oliva Bazar podem contribuir com a doação de bens alimentares, produtos de higiene pessoal e habitacional ou através da aquisição de vales, que depois são convertidos em géneros, conforme podem ver no cartaz que apresentamos.

Aguardamos pela vossa presença! Fará diferença na diferença que somos na vida de muitas pessoas.

bazar_ecos_urbanos-2016

 

 

O que são as Cartas ao Pai Natal?

 

As Cartas ao Pai Natal têm como principal ao objetivo mobilizar a comunidade na concretização dos sonhos de Natal de muitas crianças de famílias acompanhadas pelo nosso Centro Comunitário. É um momento mágico de partilha e solidariedade.

Descrição: 

As crianças do Centro Comunitário Ecos Urbanos escreveram uma carta ao Pai Natal fazendo o seu pedido do presente que gostariam de receber.  Estas cartas serão depois divulgadas no Facebook dos Ecos Urbanos para serem apadrinhadas.

Apadrinhadas quer dizer que a(s) pessoa(s) irão satisfazer o pedido de presente de natal da criança.

Depois de serem apadrinhadas, os padrinhos/madrinhas terão que fazer chegar à associação o presente embrulhado e devidamente identificado para depois ser entregue pelo Pai Natal à criança.

As pessoas interessadas podem unir-se de forma a ser apadrinharem uma ou mais cartas.

Fases das Cartas ao Pai Natal:

  • De 2 a 16 Dezembro: Partilha das cartas no facebook;
  • Até dia 16 de Dezembro: as prendas deverão ser entregues nos Ecos Urbanos, sita na Casa das Associações – Avenida Dr. Renato Araújo, 1º piso, n.º 441 (ao lado Centro Coordenador de Transportes), entre as 09h e as 12h 30m e das 13h 30m às 19h, com nome da criança e número da carta que apadrinhou.
  • Dia 21 de Dezembro: Entrega de presentes às crianças

Como posso apadrinhar uma carta:


Para apadrinhar uma carta, deve comentar na própria imagem “EU QUERO SER PADRINHO/MADRINHA DESTA CARTA”. A escolha do padrinho/madrinha será feita pela ordem de receção nos comentários. O primeiro que o fizer será então o padrinho/madrinha dessa carta.
Após apadrinhar a carta, os Ecos Urbanos confirmarão através de mensagem privada, indicando o número da carta que deseja apadrinhar e o seu nome para que possamos bloquear a mesma no nosso sistema e esclarecer eventuais duvidas que possam existir sobre o apadrinhamento.

Estejam atentos. Dia 02 de Dezembro serão lançadas as cartas. Realize o desejo de uma criança.
cartaz-cartas-painatal-ecosurbanos2016

 

Semana Europeia da Mobilidade
Diversão Sobre Rodas  beneficia o Centro Comunitário Ecos Urbanos.
Marca já na tua agenda o evento.
Englobado na Semana Europeia da Mobilidade e como jeito de comemoração do Dia Mundial de Turismo, a Câmara Municipal de S. João da Madeira organiza um roteiro turístico em bicicleta, integrando o turismo ambiental, cultural e industrial.
O ponto de partida acontecerá na emblemática Torre da Oliva, dia 18 de Setembro, pelas 10h.
Esta terceira edição da “Diversão sobre 2 Rodas”,  tem como principal objetivo a consciencialização e desmistificação do uso da bicicleta (conforme podem verificar neste video) na cidade de S. João da Madeira, contribuindo, ao mesmo tempo, para o enriquecimento ambiental, turístico e cultural dos participantes, relativamente ao passado, presente e futuro sustentável do concelho.
Esta iniciativa tem uma componente solidária associada, uma vez que cada participante, no acto da inscrição, deverá fazer uma oferta de um género alimentar de forma a apoiar o nosso Centro Comunitário.
Uma vez mais, no final do passeio, serão entregues prémios de participação a cada ciclista e prémios para as bicicletas ou ciclistas melhor fantasiados.
As inscrições podem ser feitas no Welcome Center do Turismo Industrial ou através da internet: aqui

Estamos a preparar mais um período de grande actividade para as crianças e jovens da nossa comunidade.

As inscrições estão abertas mas são limitadas, por isso se está interessado(a) em que o(a) seu/sua filho(a) participe não espere mais tempo, dirija-se às nossas instalações das 09h às 12h 30m e das 13h 30m às 17h.

Chamamos a atenção sobre as informações que constam nas fichas de inscrição pois são fundamentais para uma eficaz incrição.

Julho

  • Julho
  • Idades: 6 aos 18 anos (inclusivé)
  • Horário: das 14h às 18h
  • Inscrição – Ficha de Inscrição
    • gratuito para beneficiários do escalão A
    • pagamento do seguro para beneficiários do escalão B
    • desconto de 15% para irmãos
    • sócios: 30€/mês; 20€/quinzena; 10€/semana
    • não sócios: 50€/mês; 40€/quinzena; 30€/semana
  • Actividades: piscina, praia, desporto, saídas culturais, ateliês, jogos, e muita animação
  • Informações:
    • Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441, 1º piso, 3700-244 S. João da Madeira
    • telefone: 256824532 e 969849744
    • geral@ecosurbanos.pt

Agosto *

  • Idades: 6 aos 18 anos (inclusivé)
  • Horário: das 09h às 18h
  • Inscrição – Ficha de Inscrição
    • gratuito para beneficiários do escalão A
    • pagamento do seguro para beneficiários do escalão B
    • desconto de 15% para irmãos
    • sócios: 110€/mês; 70€/quinzena; 40€/semana
    • não sócios: 130€/mês; 85€/quinzena; 55€/semana
    • acampanhamento: 10€
  • Actividades: piscina, praia, desporto, saídas culturais, ateliês, jogos, festa final, acampamento e muita animação

* campo de férias não residencial, com registo n.º 98, concedido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, em 19/06/2013, em conformidade com o art.º 5 do Decreto Lei n.º 32/2011 de 7 de Março

  • Informações:
    • Avenida Dr. Renato Araújo, n.º 441, 1º piso, 3700-244 S. João da Madeira
    • telefone: 256824532 e 969849744
    • geral@ecosurbanos.pt

web-cartaz-camposdeferias-2016

O Centro Comunitário Porta Aberta da Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira, convidou-nos para estarmos presentes no Encontro de Centros Comunitários, realizado no dia 25 de Maio, sob a temática “Rumo à Inclusão Positiva”.

A iniciativa decorreu no Salão Nobre, daquela organização, com casa cheia!

A partilha de boas práticas, como o Pedalaradar (das Florinhas do Vouga) ou os Sabores de S. Martinho (ALPE),  foi bastante enriquecedora e deixou boas propostas de futuras parcerias.

Nós realizámos uma breve apresentação da associação e apresentámos o projecto Cultura Conjunta, como boa prática na inclusão social de grupos socialmente e economicamente vulneráveis, onde foi possível visualizar os resultados de Março de 2015 a Maio de 2016, bem como as próximas saídas que irão decorrer em Junho e Julho.

 

Hoje os técnicos do Centro Comunitário estiveram, a convite do Instituto do Emprego e Formação Profissional – Centro de Formação de Rio Meão, a desenvolver duas  sessões sobre Economia Doméstica, integradas na Semana Aberta.
Primeiro foi lançado um desafio para saber se as pessoas se consideravam sábios da poupança, com o preenchimento dum pequeno teste, depois desenvolvemos um quiz, com uma série de questões sobre a economia doméstica e por fim criámos um Mural da Poupança.
O objectivo, e no seguimento do nosso plano de acção onde temos previsto acções direccionadas para grupos ou indíviduos, no âmbito da educação informal, foi sensibilizar os cerca de 110 formandos e formandas, para as diversas formas que existem de poupar, seja em termos de energia, seja na minimização de gastos com despesas de transporte.
E vocês sabem estas respostas:
  1. Para poupar água devo:
    1. Lavar os dentes com a água a correr
    2. Lavar menos os dentes
    3. Fechar a água enquanto lavo os dentes
  2. Para reduzir o consumo de água devo:
    1. Reaproveitar a água do banho para lavar o carro
    2. Regar o meu jardim mesmo depois de ter chovido
    3. Colocar uma garrafa cheia de água no autoclismo
  3. Para poupar luz devo:
    1. Tirar o máximo partido da tarifa bi-horária
    2. Não privilegiar as lâmpadas economizadoras
    3. Deixar as lâmpadas de casa todas acesas e não pensar mais nisso
  4. Para reduzir os gastos com eletricidade não devo:
    1. Passar grandes quantidades de roupa, quando ligo o ferro
    2. Preferir o uso das temperaturas mais baixas das máquinas
    3. Deixar o botão stand-by ligado dos equipamentos eléctricos
  5. Uma das formas de poupar dinheiro nas compras é:
    1. Ir ao supermercado e comprar o que me lembrar
    2. Fazer uma lista prévia de compras
    3. Ir fazer compras, com fome, comprar as coisas me aparecem à frente
  6. Se quero poupar gás:
    1. Devo usar um tacho em que a base se adeque ao bico do fogão
    2. Nunca mudar a temperatura do esquentador, faça frio ou calor
    3. Não colocar tampa nos tachos e panelas
  7. Se quero poupar em despesas de transporte sei que:
    1. Todos devemos andar no nosso carro
    2. Os transportes públicos são mais baratos
    3. O ar condicionado deve estar ligado para maior conforto
  8. Carpooling é:
    1. Uma marca de champô para o carro
    2. Partilhar automóvel com outras pessoas que têm o mesmo destino e horários semelhantes
    3. Técnica de construção de piscinas
  9. Trabalho com um banco e quero poupar dinheiro, então:
    1. Devo fazer todas as transações ao balcão, pois gosto da pessoa que me atende.
    2. Devo ativar o homebanking e assim não ter custos.
    3. Receber sempre as contas em casa e pagá-las, mesmo que sejam fora do prazo
  10.  Para reduzir custos com as minhas comunicações o melhor é:
    1. Telefonar e usar dados móveis sem preocupação ou limites
    2. Ajustar o tarifário às minhas reais necessidades e procurar a melhor solução em: COM.escolha
    3. Manter o pacote que tenho com a minha operadora, pois é mais seguro
  11. Para me divertir sei que gasto menos dinheiro se:
    1. Procurar eventos gratuitos ou as borlas de espaços de diversão
    2. Não fizer um planeamento das minhas férias ou saídas ocasionais
    3. Ficar em casa
  12. Quero poupar dinheiro e comprar roupa então:
    1. Compro em qualquer altura do ano, por impulso.
    2. Identifico as peças que quero e aproveito todos saldos e as promoções
    3. Deito fora a minha roupa usada e não a tento vender
  13. Quando vou à farmácia devo:
    1. Comprar os artigos que me indicam sem olhar ao valor
    2. Pedir sempre genérico, porque são geralmente mais baratos
    3. Comprar todos os produtos da mesma gama, pois é melhor
  14. Antes de comprar algum produto, de maior valor sei que:
    1. Vou à loja mais próxima de casa porque é mais fácil
    2. Verifico os preços nos sites de comparação de preços, como o Izideal, o Kuanto Kusta ou ShopMania.
    3. Custam o mesmo em todo o lado, não ligo nada a isso
SOLUÇÕES: 1 – 3; 2 – 3; 3 – 1; 4 – 3; 5 – 3; 6 – 1; 7 – 2; 8 – 2; 9 – 2; 10 – 2; 11 – 1; 12 – 2; 13 – 2; 14 – 2